Cecília Barreto de Almeida

Mestra em Direito Constitucional pela Universidade de São Paulo e graduada em Direito pela mesma instituição (2016). Bolsista do programa PrInt-CAPES no Wissenschaftszentrum Berlin für Sozialforschung (WZB), pelo projeto “O Direito na Era Digital” (FGV), em 2020. Bolsista do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD) em graduação-sanduíche (especialização em direito alemão) na Ludwig-Maximilians-Universität de Munique (LMU), entre 2014 e 2015. Foi aluna e é colaboradora da Escola de Formação da Sociedade Brasileira de Direito Público (SBDP). Além disso, foi pesquisadora bolsista desta mesma instituição, entre 2014 e 2015. É coordenadora do Grupo de Pesquisa e Estudos de Inclusão na Academia (GPEIA) e coordenadora do Núcleo Direito, Discriminação e Diversidade (DDD), vinculados à USP. Integrante da Coordenação Acadêmica do Programa de Pós-Graduação Lato Sensu (FGVLAW) da FGV DIREITO SP, e do Comitê de Diversidade da mesma instituição.  

Lattes: http://lattes.cnpq.br/3703420697734650

Orcid iD: https://orcid.org/0000-0002-6890-3746

MESTRADO

Em minha dissertação “TRANSCIDADANIA: Trans-formando o cis-tema? A percepção de cidadania das pessoas trans beneficiadas pelo Programa em São Paulo”, objetivo entender de quais maneiras cidadania é definida e se essas definições contemplam as experiências da população trans; examinar se e como essas definições foram incorporadas no Programa Transcidadania; e analisar se e como o Transcidadania desempenha papel na construção da percepção das beneficiárias sobre cidadania e sobre serem cidadãs.

PRINCIPAIS PUBLICAÇÕES

Artigos acadêmicos

“Transexuais: transpondo barreiras no mercado de trabalho em São Paulo?”, REVISTA DIREITO GV 14 (2018): 303-333. ( coautoria com Victor Augusto Vasconcellos).

Livros

Interações de gênero nas salas de aula da Faculdade de Direito da USP: um currículo oculto?.  São Paulo: Cátedra UNESCO de Direito à Educação/Universidade de São Paulo (USP), 2019. (coautoria com Sheila C. Neder Cerezetti et. al). 

Outras publicações

“O que é falar de feminismo na Universidade?”. Associação Juízes para a Democracia 69 (2016): 12. (coautoria com Sheila C. Neder Cerezetti et. al).